Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu não vou parar

Eu vou parar;
Um dia eu não olho pra trás
E deixo de te seguir.

Eu vou parar;
Um dia eu deixo de vasculhar
A sua vida.
Um dia eu paro
De buscar pistas em certas miudezas.

Existe tanto trancando dentro do meu peito
Que é impossível não transferir
E explicitar esse sentimento
Aos teus olhos, teus ouvidos.

Eu vou parar;
Um dia eu vou deixar
Que seja apenas um sonho platônico
Longe da realidade salgada da minha vida.

Quando eu deixar de ver
O teu sorriso como a saída,
Quando eu voltar à realidade
Que tanto me abala.
Creio que será tarde.

Eu vou parar;
Um dia eu deixo de te perder
E te reconduzo a minha vida
Hoje sem você e tão sem graça.

Creio que o amor possa ressurgir
Submergir.
Creio que os seus lábios
Ainda ardam à procura dos meus,
Como o meu corpo tão solitário
Arde.

Eu não vou parar;
Talvez não lute
E deixe tudo como está.
Mais eu não vou parar de te amar;
Nunca.

Mas eu vou parar de lutar.
 
mário cardoso
Enviado por mário cardoso em 07/05/2006
Código do texto: T152074

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site http://recantodasletras.uol.com.br/autores/abelha). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mário cardoso
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 31 anos
370 textos (14925 leituras)
3 áudios (241 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:10)
mário cardoso