Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diana, vede esta criança

Diana,

Vede esta criança

Que afugenta o tempo

E que de tanto querer saber do mundo vão

Tenta não dormir

Cega em complacência

 

Acolherás está vida etérea

Por entre teus seios

E teus finos braços de acrílico

 

Terás luz

Serás mulher materna

Não temerás a ida ao pó.

 

Pois o que teme o mundo

É esta pequena semente, sés Deus

Bem mais do que eu

Que tenho a consciência plena de séculos

E a fiel incerteza

Sobre o que meus sentidos me dizem

 

Diana, não se durma ao menos

Sem beijá-la a face em amor

Na prece divina que és e não sabes

A cada esplendor do sono

Da noite

E de seu dom.
Parangolérico Kaloré Kerexu
Enviado por Parangolérico Kaloré Kerexu em 08/05/2006
Código do texto: T152525
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Parangolérico Kaloré Kerexu
Salvador - Bahia - Brasil
11 textos (370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:07)
Parangolérico Kaloré Kerexu