Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Grito

Retumba
Em minha
Alma
O eco
Das
Vozes.

Que
Gritam,
Apontam,
Ferozes
Algozes.
 
Que
Prendem
Nas
Tumbas
A vida
Dos
Homens.
 
A alma
Fenece
Dorida
De
Angústia.
 
Condoe-se
Sensível
Magoada
Das
Dores
Da
Mórbida
Gente.
 
E triste,
Dolente
Mas forte
E valente.

Não mede
Guarida
De alívio
Ao tormento.

Da vida
Demente
Insensata
Alienada.
Maria
Enviado por Maria em 09/05/2006
Código do texto: T152826
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4552 textos (185990 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:28)
Maria

Site do Escritor