Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEGUIR ADIANTE

Seguir adiante
Descrever-se no horizonte
Pálido e sem cor
Para alimentar a fonte

Voar sem asas
E no vôo mirabolante
Rasante roubar
O pólen da flor amante

Transformar o fel
Em seiva da vida
Amar sofrer doer
Até entender e reunir
A alma partida

E por fim cantar
O reencontro do amor
No coração sedento
Que vibra nessa noite
De eterno contentamento
 
© Jean-Pierre Barakat, 05.05.2005
Jean Pierre Barakat
Enviado por Jean Pierre Barakat em 07/05/2005
Código do texto: T15296
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jean Pierre Barakat
Fortaleza - Ceará - Brasil, 53 anos
111 textos (4960 leituras)
1 e-livros (96 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:36)
Jean Pierre Barakat