Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VÁRIAS DE MIM

Sou várias, em várias de mim...
Porque só a vida não me basta
Atriz em um palco sem fim
Tento mostrar minha raça.
 
Tem horas que sou como rocha
Uma matéria impenetrável...
Outras, fico tão frágil
Toda eu sou maleável!
 
Em permanente conflito
Vivo nesse labirinto
Às vezes, solto meu grito
Quando não sou o que sinto.
 
Mas quando fico nervosa
Mostro como estou carente
Tal como uma pétala de rosa
Em mão inconsequente.

A poesia é remédio que me acalma!
Vou-me despindo nos poemas
E desnudando a minha alma
Deixo aflorar minhas penas.

Escrevo-me para espantar a dor
As palavras ficam presas na garganta
Escrevo para falar do amor
Recordações do passado que me acalanta.

E nessas várias sem fim
Tenho a alma como o vento:
- Serena... rebelde ou branda –
E a chama de Deus que crepita em mim
É a única que me comanda!

 
By@
Anna D'Castro
Anna DCastro
Enviado por Anna DCastro em 10/05/2006
Reeditado em 08/12/2014
Código do texto: T153468
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna DCastro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
207 textos (10689 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:03)
Anna DCastro