Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fogueiras Matutinas!

Na rabeira de um blues mais ligeiro
Devaneios sobre a noite que se refresca
Cápsulas voláteis circulam a nave-mãe
Da torre mirando a passagem das nuvens
Alguns pensamentos passantes, brilhos,
Sorrisos & suspiros soltos pela manhã
Na correria do próximo gozo, trilhos,
O olhar balança entre o dia & a noite
Pernas tremendo com a voracidade
Feito crianças se lambuzando de chocolate
A nuvem faz um riso nos últimos raios do Sol
Tormentos esquecidos em alguma dobra
Quando você presta atenção no tempo
Cada movimento toma uma larga lentidão
Mas se você conta com alguma folga
Urge lancinante sem deixar rastros
Boca seca, café passado, mais fumaças,
Gravetos sortidos com cheiro de alabastro
Uiva vento, uiva, poucas estrelas sem Lua...
O riso solto de mais um gozo, céus...

Desses rastros que tocam o prazer!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 10/05/2006
Código do texto: T153519
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:09)
Peixão