Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem ter de te matar em mim

Deve haver
uma maneira de te matar em mim
sem eu ter de morrer

Deve surgir
um jeito de explodir o coração
sem implodir o peito arfante
Sem repetir-me em tropeços e quedas

Deve nascer
uma forma de te matar em mim
sem eu ter de morrer
Antes oco e seco
do que esta dor represada
Sem pranto
que seja alívio, desaguamento

Deve existir ou devo inventar
uma maneira de morrer
sem ter de te matar em mim?

De nós dois
seja eu o hospedeiro descartável
Que a viúva negra
me sacrifique após o prazer

Sejas tu a luz no fim do túnel
aos que vêm atrás
sonhando que o amor é doce fogueira
Rossyr Berny
Enviado por Rossyr Berny em 10/05/2006
Código do texto: T153970
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rossyr Berny
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
61 textos (3128 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:44)
Rossyr Berny