Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na Véspera de Você

Na véspera você
não pode cantar
o tempo;

pode tentar sobrevivê-lo
e convencê-lo de sua
rapidez.

Hoje, já quase ontem,
e daqui há pouco já passou,
nove fora nove,
mexe na data
e só encontra o da frente.
 
E ele está chegando.
Tudo é tão grande,
mas tudo é tão rápido.
Não dá tempo prá pensar
nem prá titubear.
 
Se parar, você é
carregadado como uma folha
sem nome nas ardoses suaves
do vento.
 
Por isso, meu amigo,
Não pense duas vezes:
saia de casa e vá ver o tempo
passar bem perto de você.
 
Porque se você - pobre de ti -
em você mergulhar vai
encontrar só pedaços do tempo
que tem costume de dar nome
as coisas pois
e também as datas já comiseradas.
 
Não misture seu tempo com o dos outros.

O do próximo pode se vago e
de pouca importância.
 
pode não ter folhinha -destas que dão na porta
do bar -.
 
Por isso veja bem sua data.
Mas não marque seu
tempo por ela.

Uma coisa é certa:
não vais, vou
eu,.... eu de bengala na mão
ver os fogos estourarem
em todas as cores e,
nessta mistura, ver se acho
uma que ilumine de vez o coração.

Mas tão diferente é o dia de hoje.!
Afinal que dia é hoje?
E o que que eu estou fazendo aqui?
E de manso, velejo longe !
José Kappel
Enviado por José Kappel em 11/05/2006
Código do texto: T154056
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26787 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:10)
José Kappel