Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vizinho do Deserto

Não posso parar de
pensar
que um dia
acabei com ela.

Pura flor
dos arminhos!

Um dia fui embora,
descalço
sem querer,
enganado
pela vida,
sem trevos de
desejos!

Hoje,só,
penetro no mais
vasto deserto
da rubra alma humana.

Só.
Vivo assim.
Pois agora comprendo
que na vida de amparos,
não é só perder,
é ficar desalento a
sobrevoar espelhos
sem imagens,côncavos,
de estilhaços,até prenhos,
de ferir!
para hoje e sempre!

Agora vivo no deserto
de seu espírito,
que me mora bem perto!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 12/05/2006
Código do texto: T154615
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26777 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:38)
José Kappel