Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vale do Amor

quem vai sozinho,
vai de pobre,
de risco no pé,
de fresta mal-curada.

quem pena por amor,
pena de dó mascada,
pois no amor,
o que bem vale
no amor,
neste íngreme eterno amor,
é descobrir,
num dia de inverno,
que você faz parte da bruma,
é ritmo lento,da abraçadura da névoa e,
de duas mãos dadas.

descobrir que vale a pena,
vale a pena,
um dia ser o príncipe do amor
que te ruma alcantilado
pro infinito dos
deuses.

José Kappel
Enviado por José Kappel em 12/05/2006
Código do texto: T154617
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26778 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:50)
José Kappel