Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESCONHEÇO.

Nem sei se tenho algo a dizer,
A vida colorida,
E enegrecida ficou,
Meu sorrido
Se desmancha em cascata.
E em cada queda uma dor.

Hoje acordei,
Olhei para mim e não vi nada,
Nem mesmo você.
E ainda assim me senti feliz.

Vou caminhar para o Sol
de meu poente,
Com tudo aquilo que tenho,
Ou penso ser,
Ta chegando você me verá no céu,
Refeito em arco-íris,
Preenchendo o vazio do alto,
Depois da tempestade,

Pois quero ver tudo bem
No meu tempo,
No seu tempo,
Porque só o nossa tempo importa,
Chega de esperar,
Embora a verdade seja uma só,
Sempre esperamos alguma coisa,
Às vezes algo maior que o mundo,
Às vezes um amor ocasional,
Mas quase sempre o nada mais doido,
É a razão dessa irracional  de esperar,
Saiba também que viver não lhe custa nada,
Então viva, pois cada minuto que passa,
Nunca é mais, é sempre menos,
Vamos viver,
Que há sempre um resto de noite,
Que se dissolve em madrugada.

(D'Eu)

 
 
Sidnei Levy
Enviado por Sidnei Levy em 07/05/2005
Código do texto: T15479
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sidnei Levy
Campinas - São Paulo - Brasil, 71 anos
298 textos (20818 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:28)
Sidnei Levy