Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS PALAVRAS



As palavras saem limpas, lavadas,
Como de lavadeiras asseadas,
Recendem à aromas adocicados,
Mangues sanguíneos, prazeres encharcados.

As palavras secam ao sol morno,
Recém saídas de um manso torno,
Retornam à vida
Como perguntas esclarecidas.

As palavras, solícitas, se vergam,
No chão batido verdades enxergam,
Se levantam, soberanas, poderosas,
Aos humildes sabedoria entregam.

As palavras, já velhas e gastas,
Se reúnem em densas castas
E nomeiam novas que virão
Dar nova vida à cada coração.



Preto Moreno
















Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 12/05/2006
Reeditado em 12/05/2006
Código do texto: T154884

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6783 textos (102554 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:15)