Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OFUSCA


Chegou fim de semana
Chegou fim do dia;
Corcéis cavalgam em galope nervoso
Serpenteiam na alucinante romaria.

A noite faz a chuva cair suave
Banhando o espelho negro com instável lama fina;
O demônio indomável
Cuspe fogo pelo rabo e luz pela narina

Vi um encarnado travar quatro patas
O enferrujado fungar na sua anca;
A cópula foi inevitável
O garanhão fica com a roda manca.

O cavaleiro afrouxa o arreio,
A montaria relincha de dor.
Silêncio. Silencia o motor.
Antonio Virgilio Andrade
Enviado por Antonio Virgilio Andrade em 12/05/2006
Código do texto: T154898
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Virgilio Andrade
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
152 textos (16227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:18)
Antonio Virgilio Andrade