Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espera

Espreitaste no tempo
Em vigia se pôs
Em busca de sua presa
Que alforrie os teus anseios

Perdeste na contagem
Das horas incontáveis
Demarcaste o espaço
Em teu pensamento
Para que no exato momento
Só de amor consista tua vida

Foste paciente, foste cauteloso
Ao tempo não lhe coube cobranças
Vieste em teu auxílio,
Teu amigo se fez...
Fora cúmplice de tuas tentativas,
De seus fracassos, fora o braço que te amparaste

Provaste do mel e do fel,
Em igual proporção
Foste aos céus e aos infernos
Numa mesma estação...

Acalmaste por momentos teu coração
Pelas muitas juras de amor
E esse mesmo coração se viu
Em altas tempestades, pelas palavras que não se cumpriu.

Por vezes, abatera-lhe o desânimo,
Porém é teu sonho... Teu sustento
E para sonhar não é preciso esperar...
ziza Silvestre
Enviado por ziza Silvestre em 12/05/2006
Reeditado em 15/06/2006
Código do texto: T155112

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ziza Silvestre
Ourinhos - São Paulo - Brasil, 53 anos
217 textos (14090 leituras)
1 e-livros (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 10:57)
ziza Silvestre