Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTRELÂMPADA

Viaja no céu muda luz. Anseia
Repousar nas costelas da estrela
Que um dia a mandou. Via
Que assim voltaria para vê-la.

Saltam clarões viajantes. Discos
A dizem mui bela. Milhões
De anos-luzes são atos, trilhões
De corpúsculos revoam. Ciscos.

Onde estás, mãe que me envia? Não
Vejo-te nem vendo o Pai. Prometeu-
me contar que seria
Tão vela breve no céu.

Vagos caminhos pensantes que
Mandam da Terra à aqui.
Mundos quebrados. Se
Tens-me amor, vem, surgi.

Estou a apagar-me, tristonha.
Meu grito à nada conduz.
Mas sei que estás tão risonha
A passear com o sol, que te seduz.

Não importa. Vago.
Esterilizo mas morro.
Meu destino, trágico.
Estou fio de lâmpada,
Sem socorro.


Preto Moreno
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 13/05/2006
Reeditado em 23/05/2006
Código do texto: T155307

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6768 textos (102472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:44)