Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Ausência


Que chega lentamente e faz casa em meu coração, em meu corpo.
Ausência...
Que dói, mas ao mesmo tempo da prazer em saber que você faz parte do meu show.
Agradeço as estrelas pelo amor que percorreu meu íntimo e me fez delirar de tanta paixão.
Ausência...Ausência...
De alguém que um dia disse: vim pra ficar, mas a realidade o tirou de mim.
Mostrando que a felicidade e o amor não fazem parte da minha história.
História esta interrompida pela vida que me tirou você.
Ausência...
de carinho
de sorriso
de amor
da lágrima
dos olhos.
Que tudo diz à toda hora.
Ausência que dói, que machuca que fazem lágrimas rolarem, incontidas da saudade que você me faz.
Queria que esta saudade, essa ausência se tornasse uma saudade gostosa.
Saudade de saber que vivi um grande amor e que muito me ensinou.
E que me dizia a cada momento:
" Ama somente ama sem impor condições, que só assim me terá ao teu lado."
A ausência deixa de ser dolorida pra dar prazer quando te ve chegar.
Ausência que deixa de ser ausência.
Anja Perdida
Enviado por Anja Perdida em 13/05/2006
Reeditado em 07/01/2007
Código do texto: T155623

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anja Perdida
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil
79 textos (3482 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:00)
Anja Perdida