Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Labirinto



Espaços intricados
Que se enroscam no tempo
Um tempo sem idade
Sem limite
Sem registro...
As sombras desenham espectros
De semblantes assustados
Desatentos
Sombras e claridade
Que este tempo assiste
E o silencio
Fala
Esconde, por fim o absinto
Que a dor, doendo cala
Perdida para sempre
No tempo que não sei onde
Nas dobras do labirinto.



Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 14/05/2006
Código do texto: T155752
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215175 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:25)
Priscila de Loureiro Coelho