Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Só um grão de areia.

Sou um grão de areia
diante dos seus desejos,
jamais poderia imaginar
que longe do meu deserto,
você tivesse total poder sobre mim.
Por isso cansado e seco,
deixo me levar por entre o seu vento
pensando em um dia te conquistar,
fazer de um instante
o nosso momento,
para que tenha amor
amor forte,
diante da eternidade,
para edificarmos o nosso templo.
Nada mais do que a verdade,
através da liberdade
quero o destino vencer,
nem que eu fuja por completo
desse tempo de deserto,
que fustiga o horizonte
onde no peito arde um diamante,
almado de amor
e que apenas você
pode conduzir,
ao invés de só pisar
nas dunas acima de mim.
Ainda sou um grão de areia,
longe do teu amor.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 14/05/2006
Reeditado em 14/05/2007
Código do texto: T156212
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
722 textos (26307 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 17:03)
Condor Azul