Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Gelo Seco!

Do avesso que os olhos se viram
Que mira o balanço, expostos os seios, bunda,
Treme, a mão que aflita, estica & fica,
On the road, gelo seco no deserto
Água que da boca seiva, faltam beijos,
Trepida o chão, calcinando, roupas largadas,
Ahhh!!! A fatia mais saborosa agora...
Sua tenra carne que meus dedos pressionam
Um trago, mais um & outro, vento na cara,
Um vôo largo feito sorriso, gozo próximo,
Ainda revirando os olhos, cena explícita,
Meu teso rijo, mãos & boca, os sentidos todos,
Pulsar pulsante do pulso, ativo coração,
Qualquer hora é boa para o tesão,
Brilhos de ninfa, o vate, valete, tanta sorte...
A boca em teus seios sofregamente, outro gozo,
Você estremece, se mexe, remexe & vira,
O tempo pára pedindo mais um fôlego,
Latente é o desejo cada vez mais fremente,
Boca com a boca, abraço & gozo,
Tudo o que passo entre suas coxas,
O uivo de expia com a aparição da Lua!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 15/05/2006
Código do texto: T156273
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:05)
Peixão