Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O VENTILADOR E O VENTO


Ao barulho monótono
Escuto o som de suas pás
Girando ao redor do centro
Empurrando o ar para cá
Tornando frio o que é quente
E seco, o que é úmido.
 
Seu som é tão marcante
Que, mesmo sem vento, é importante
Seu barulho nos vicia
É como lembrança da natureza
O vento batendo no rosto
O momento de prazer intenso
 
De simplicidade à tona com o vento
De andar com os pés na areia
Cavalgar nas ondas no mar
Escutar a sinfonia da concha
Como trombeta de par em par
 
E pra cada um que olhemos
Vemos o som e ouvimos
O agradável vento que nos ensina
Que a vida é bem mais que uma pedra
É uma folha que nunca sai do lugar
Nasce verde e morre seca
E cai vetusta – pela força do vento a soprar.

Pedro Ernesto Prosa e Verso
Enviado por Pedro Ernesto Prosa e Verso em 15/05/2006
Código do texto: T156380
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Pedro Ernesto Prosa e Verso
Fortaleza - Ceará - Brasil
439 textos (8782 leituras)
1 e-livros (6 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:57)
Pedro Ernesto Prosa e Verso

Site do Escritor