Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ADULTÉRIO


Por que olhas pra mulher ao lado
Ou para a esposa – do teu melhor amigo?
Não vês que – agindo assim
Teus desejos te enganam
E te carregam a um desejo profano?
Só pra aumentar a tua cruz
E cravar-te um ferro pesado
Em teu coração imaculado?

Por que olhas pra mulher do lado
Senão para desviá-la
Do seu bom caminho
E leva-la sozinho
Para o caminho errado?

O que ganhas tu com isso?
Um troféu? O paraíso?
Ou a dor de um mero prazer
Que te deixou solitário
Pois que a tua solidão
Tornou-se a companheira do lado?

Se não sabes amar
É melhor que cerre os teus olhos
E amorteça-te os pensamentos profanos
Para que sejas isento
E tua dívida saldada
Pelo cravo encravado
Em teu coração humano.
Pedro Ernesto Prosa e Verso
Enviado por Pedro Ernesto Prosa e Verso em 15/05/2006
Código do texto: T156382
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Pedro Ernesto Prosa e Verso
Fortaleza - Ceará - Brasil
439 textos (8782 leituras)
1 e-livros (6 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:56)
Pedro Ernesto Prosa e Verso

Site do Escritor