Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

uma brisa de alegria

caminho em vielas escuras onde me assusto com a minha sombra
vomito mentiras ansiosa pela mais crua verdade
cerro-me na minha concha cravada de silêncio
e aí procuro dormir atormentada pela insónia
as formas das minhas pernas desapareceram
com a magreza desumana em que me converti

oh, míseros caminhos da tortura que cheiram o sangue
à distância e me devoram as entranhas
deixai-me seguir o meu instinto
deixai-me sentir uma brisa de alegria
lunapensativa
Enviado por lunapensativa em 08/05/2005
Código do texto: T15670
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lunapensativa
Portugal, 44 anos
114 textos (10363 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:34)
lunapensativa