Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

balança

a minha floresta é densa
escura como a noite mais profunda
um silêncio eleito que se afunda
na garganta ávida por um grito

o meu mundo é cruel porque me mata
e a minha eternidade fica suspensa
nos ramos raquíticos
será que caí? será que não?
é esta a minha espera ansiosa
este balançar entre o ir e o ficar
lunapensativa
Enviado por lunapensativa em 08/05/2005
Código do texto: T15685
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lunapensativa
Portugal, 44 anos
114 textos (10364 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 13:02)
lunapensativa