Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TERTÚLIA DO FADO

TERTÚLIA DO FADO

Numa tertúlia de amigos
Onde Baco falou mais
Das desditas do destino,
O poeta abriu no canto
O murmúrio de seus ais !...

Mediante a melancolia
Que invadiu sua razão
O poeta naquele dia...
Cantou com inspiração
A dor da triste paixão !

Era tanto o que sofria
Que sua alma vagia !
Nos acordes da canção.
O fado nasceu nesse dia
No bairro da mouraria,

Logo o fado criou fama
Da mouraria à alfama...
Do bairro alto à madragoa !
Correu as sete colinas
Fez fama em toda Lisboa !...

Criou fadistas de raça
Criou raça de fadistas
Cantores que cantam na praça
Como Amálias e Severas
Também criou guitarristas

Com a sua criação
Hoje o fado é com certeza
Um murmúrio da saudade
Onde a raça portuguesa
Canta a felicidade

SP 23/10/2004
Armando A. C. Garcia
e-mail: armandoacgarcia@ibest.com.br
Armando Augusto Coelho Garcia
Enviado por Armando Augusto Coelho Garcia em 16/05/2006
Código do texto: T157069
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Armando Augusto Coelho Garcia
São Paulo - São Paulo - Brasil, 79 anos
656 textos (25586 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:34)