Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LEVE TOADA

Como cantiga pra Era
Que a Terra encerra
No brilho da escama...

É por o ouvido no vento
Que assopra o tempo
Secando essa lama...

E o guerreiro ciclone
Do século insone
Levanta o véu...

Nem de sal
Nem de chuva
É o corpo da turba
Que vive ao que dará Deus...

Num quasar quase antes
Peixes secos nos instantes
Entre o infinito e o céu...

Só, toa e tange a corda
O anjo de azul à borda
Do barco de tudo ao léu...


Preto Moreno
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 16/05/2006
Reeditado em 16/05/2006
Código do texto: T157122

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6777 textos (102524 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:14)