Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Quarto

___________________________________________

De minha janela
Imagens translúcidas
Me trazem cenas comoventes
Que contam toda uma história
Forjada no aparente acaso...

Meu olhar repousa sobre o tempo
Percorro o cetim de um céu de ontem
O contorno aveludado da serra.
E nesse íntimo momento
Vasculho o meu pensamento
Numa intrigante letargia...

Rendo-me ao deslumbrante cenário
Entre véus e sedas gastas
Num azul esmaecido
Que ainda recobre as paredes.
É um quarto de criança
Onde voejavam sonhos
Em cada manhã de julho...

Hoje volto ao meu quarto
Ponho-me inteira nesses limites
Que a janela não descortina.

O QUARTO (Versão prosa poética)
________________________________


      De minha janela, imagens translúcidas me trazem cenas comoventes que contam toda uma história forjada no aparente acaso...
      Meu olhar repousa sobre o tempo...  Percorro o cetim de um céu de ontem, o contorno aveludado da serra. E nesse íntimo momento vasculho o meu pensamento numa intrigante letargia...
      Rendo-me ao deslumbrante cenário entre véus e sedas gastas, num azul esmaecido que ainda recobre as paredes. É um quarto de criança onde voejavam sonhos, em cada manhã de julho...
      Hoje volto ao meu quarto...Ponho-me inteira nesses limites que a janela não descortina.

Claude Bloc
Enviado por Claude Bloc em 16/05/2006
Código do texto: T157244

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claude Bloc
Fortaleza - Ceará - Brasil
199 textos (7784 leituras)
12 áudios (1127 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:47)
Claude Bloc