Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homem que sou



Trago no meu peito
o grito liberto
da multidão ansiosa.
Caminho incerto
pelos mesmos caminhos
de tantos pés.
Tanto fez, tanto faz
se o ponto de partida
é o mesmo de chegada,
minha vida é solta, largada
neste círculo sem fim.
Descubro-me em mim
no fundo da minha alma
na calma das águas
que movem moinhos,
no instinto das aves
que constroem seus ninhos,
em tudo que é puro e natural.
O mal decorrente de ser “Ser Humano”
apaga-se de imediato
no meu grito primal:
Sou HOMEM,
inconstante animal.

Rio de Janeiro, 06/11/1987
Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 16/05/2006
Código do texto: T157252

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
432 textos (56511 leituras)
3 áudios (837 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:02)
Mauro Gouvêa