Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sintonia

Então enchemos os pulmões
Ar puro... cheiro de mato.
Sem sermões...
Confusões...
Perturbações.
Só o canto dos pássaros... ali, no mato.

O velho violão chora sorrindo.
Todos indo e vindo,
A respirar...
Respirar.
Como é bom amar!
Amar...

A sintonia que nos funda,
Nos une, aproxima...
Tantas diferenças...
O amor que flui... abunda,
Forma os laços que nos firma,
E torna Saber, o que era crença.

A vida é feita de momentos
Felizes, tristes, fraternos, turbulentos...
Por sintonia.
Eu faço e escolho o que quero viver.
Eu escolhi o que quero ser:
Feliz, distribuindo amor a cada dia.
Jarbas Lima Lemes
Enviado por Jarbas Lima Lemes em 17/05/2006
Reeditado em 19/01/2009
Código do texto: T157965

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Jarbas Lima Lemes e o site http://recantodasletras.uol.com.br/autores/jarbaslimalemes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jarbas Lima Lemes
Itabirito - Minas Gerais - Brasil, 38 anos
62 textos (2353 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:30)
Jarbas Lima Lemes