Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma Já é de Outra

ora,boas!
me coro!

mulher que
é mulher
é simples,
talhadeira de ofícios,
construtora
de prédios cimentados,
que as torna,
em plumas e suaves,
igual ao tépido vento.

mas mulheres assim
já foram
quase todas
vendidas pros
colos de reis
distantes.

rei henrique,
por exemplo,
tem duas !

difíci é achar uma agora.

não precisa nem
ser parecida.

amém, fico agrecido.

basta ter mel na boca e
olhar de águia pra derrubar
aventureiros.

estou à procura.

difícil achar neste
monturo de
mulheres,
que a gente
logo
desesperança
hoje em dia:

dorme logo mais, e dá
até amanhã pra sempre.

são
iguais à
ave-cobra:

voam e chocalham
muito.

mas na hora
do noves-fora,
sai de perto,
porque uma
já é de outra.

e você fica
com cara
de...
e agora?
José Kappel
Enviado por José Kappel em 18/05/2006
Código do texto: T158082
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26777 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:31)
José Kappel