Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhar que não vejo


Precisei me reportar
A esses olhos
Porque esses olhos
Me intrigam.

Talvez porque
São iguais aos meus.

Mergulhei
Neste olhar
Transparente
E nada vi
Além do reflexo
De mim.

Agita-se
A curiosidade
Perguntas mil:

O que eles vêem?
A quem?

Nada sei.
Eles não falam
Dizem tudo,
Mas não compreendo.

Será que me falta
Sensibilidade?

Perdi a
Primeira página
Deste livro aberto.

E então abri
Só página
Em branco
E nelas tento
Escrever
Um pouco de mim.

Mas nada sei.
Nem me conheço.
Quem sou?

E os olhos não falam.
Não dizem nada
Querem só saber,
Ouvir,
Esperam!

E abro
cada dia
a primeira página
E encontro-a
Quase
Em branco
E conto
As histórias dela.
Essas se relevam!

Mas,
Ficam secretas
As vidas.
Que fiquem assim.
Quem precisa
Saber mais?

Basta-me olhar
E ver,
O que
Não pode
Ser visto.
Maria
Enviado por Maria em 19/05/2006
Reeditado em 19/10/2006
Código do texto: T158769
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4554 textos (186061 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:32)
Maria

Site do Escritor