Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Labirinto

Preciso compensar toda
a dor que já infligi.
Preciso sem mais preâmbulos,
pacificar a tortura
de ser quem sou.
Preciso da ternura
para poder saldar
a dívida infinda.
Os lamentos,as perdas,
as ausências.
Preciso compensar todo universo,
todo composto de almas
que perambulam sem rumo.
Preciso enxergar a
torturante alegria
do olhar que sonha
e que nasce de um sorriso
que nada pede.
Preciso que alguém
me enfrente,
cara a cara, como antes,
e que me faça constatar
o que já sei
e não consigo realizar.
Preciso me sentir amada
para poder explodir
em êxtase, tudo o que
me vai na alma
e que meu espírito ressurja
da energia do amor.
Preciso reconhecer em
cada partícula de átomo,
todo o espaço que me foi dado,
todo o esplendor da vida,
todo o conhecimento
do que está estático,
sem absolvição.
Preciso da energia cosmica,
de chamas fulgurantes,
de tórridos e ferrenhos pulsos
que me  obriguem
a pensar.
Preciso de um punhado
de argila,
para poder moldar
o que estaria certo
e contagiar-me com
o sangue que escorre
da cruz.
Preciso de um Deus,
um altar,
um precioso cristal
que me ilumine,
mostre-me o labirinto
de onde estou
quase ao final.
Marcia Barroca
Enviado por Marcia Barroca em 19/05/2006
Código do texto: T158924
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marcia Barroca
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 65 anos
109 textos (3479 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:47)
Marcia Barroca