Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu ser...

Meu ser rejeita brutalmente palavras impostas, desprovidas de verdades coloridas, factuais e desgovernadas.

Meu ser denuncia febrilmente a catástrofe nefasta de sedutoras palavras feridas e manipuladas.

Meu ser grita por desprender-me de acintosas calamidades pueris, necropiciadas em valas de pensamentos decompostos.

Meu ser devora a ânsia tamanha de partículas mínimas de sensatez, fidelidade e alteridade.

Meu ser castra qualquer tentativa de ferinas farpas impiedosas e cadavéricas a assombrar almas póstumas.

Meu ser adormece diante de dores tenebrosas, impostas por mares revoltos de noites insanas.

Meu ser ressurge na fortaleza indiferente e fria, aparentemente vitoriosa no anonimato de uma perfeição.
 
Angela Leite
Enviado por Angela Leite em 19/05/2006
Código do texto: T159040

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angela Leite
Arapiraca - Alagoas - Brasil
148 textos (41853 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:17)
Angela Leite