Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor que não dorme.

                            Amor que não dorme.





Sem uma explicação plausível
O corpo teve varias formas de sonho,
Os movimentos que se seguiam
Não encontravam saídas
E a pressão aumentava
Na medida que a ebulição
Era mais forte.

Queria uma flor para no ar demonstrar
Uma gigante flor sem par
Mas sem pedras nem poeiras
Muito menos como uma bomba atômica
Ou coisa alguma que fosse besteira.

E o calor sem destino acontecia
Já esperava uma explosão inconseqüente
As veias desse mesmo corpo fervilhavam
Nada poderia reverter tal emoção
E de repente não mais que de repente
Um simples beijo na cratera boca.

Foi como se o mar invadisse
O gelo derretesse
O fogo apetecesse
E tudo controlado se rendesse
Ao amor de uma mulher
Que dorme solenemente
Ao meu lado.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 19/05/2006
Código do texto: T159226
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
722 textos (26305 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:26)
Condor Azul