Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Bocejo da Lua


Tão terna lua
No céu azul
Do firmamento.

Com luz
Que reluz
E afaga
Nossa alma.

E ternura
De anjo
A acalentar
O coração.

Seu prateado
De amor
Paira à manhã.

Antes ainda,
Do navegar
Do sol
No infinito.

Flutua!
 
Em densas
Névoas
À margem
Dos rios.
 
Se
Entendessemos
Os caminhos
Dos astros,
Saberíamos
Que a suave
Brancura,
À cobrir
Montanhas
E planícies
À manhã,
Não é
A neblina
Triste,
Fria
E alva.

Mas sim,
Um doce
E meigo
Bocejo
Da lua!
Maria
Enviado por Maria em 20/05/2006
Reeditado em 19/10/2006
Código do texto: T159381
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4549 textos (185896 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:30)
Maria

Site do Escritor