Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




"CORPO AMBULANTE"

As paredes rudes
do meu quarto...
que me escuta
sem nada responder;
o meu leito frio
sem você, os meus
lábios ávidos a querer
e as minhas mãos,
que não acham você;
o meu corpo sem te ter
e o meu coração
que pulsa forte...
e a noite passa, 
sem eu ver, o meu
dia será um martírio;
pois ao voltar não 
vou encontrar você;
e o meu fim de semana
vai ser triste, na
varanda sem você;
irei a praia sozinho,
nada é como antes...
não sou eu, sou apenas;
um corpo ambulante.
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 20/05/2006
Código do texto: T159571
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257150 leituras)
185 áudios (36329 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:23)
Antonio Hugo

Site do Escritor