Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARROSSEL





Eu sou como à flor do jardim
Que todos querem cuidar
Aparentemente sou assim
Uma coisa de bem guardar.

Sou como ao cristal bonito
Que à vista é bem parecido
Só não se vê o que vai escrito
Por falta do que está partido.

Menino doce e apaixonado
Sempre inquieto no querer
É louco, ou desajeitado?
Que lhe importa disso saber!

Que lhe importa disso saber
É questão fundamental
Leva os dias no bem escrever
Que a escrever não vem mal.

E é assim como ao pião
Gira que gira a doidar
Que quem paga é o coração
Sem ter com que pagar.



Jorge Humberto
(03:16/Julho/03/03)
Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 21/05/2006
Código do texto: T160076
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 50 anos
2622 textos (66676 leituras)
22 áudios (937 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:56)
Jorge Humberto