Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Antena Um!

Ainda rangendo os dentes, vício,
Tic, tac, olho na janela que espreita,
Rugas mal-feitas, voz pálida, pacotes,
A coisa que fala, lembrando Beckett,
Paradas assimétricas, contornos tribais,
Cabeça que balança fora do pescoço,
Que agonia na marcação de passagem, carga,
Outra cabeça de fósforo quebrada, sina,
Corte a fruta, cai no chão, cai tudo de novo,
Praguejando contra todos os demônios,
Encouraçado fatigado no engodo final,
Ministrando uma mítica ciência, frenesis,
Não lamente o copo quebrado, paginando,
Contadores de moedas, Ilhas & mapas,
A palavra colecionada na ficção imaterial,
Aquilo que salva & o que deixa passar,
Para todo reclamante falta um bom ouvinte,
No dial, parolas sobre o céu & o mar,
Por todo o tempo que leva para entender,
Aprender será sempre uma arte!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 21/05/2006
Código do texto: T160079
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:29)
Peixão