Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Destino

Rosa Pena


Poesia... 
Saber ou sentir? 
É  água na boca 
de quem abusou do sal, 
ou o amargo de um porre.
Coisas de love.
Que
se resolve
com um sonrisal
 "O melhor e não faz mal".
Lirismo não é encargo.
Poeta livre é destino.
O quinto verso é um alexandrino?
Para ele o que não é...
 Vale como se fosse!
Sempre namorei o Al Pacino.

Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 14/01/2005
Reeditado em 21/06/2011
Código do texto: T1601
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Rosa Pena
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
954 textos (1390095 leituras)
48 áudios (24755 audições)
33 e-livros (28799 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 12:32)
Rosa Pena

Site do Escritor