Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OH LORD!

Canções que escuto quando passo no subúrbio
Não são músicas urbanas /
São nervos de vidas soberanas /
São tesos sons com distúrbios...

Oh Lord!

Dos corações das árvores escuto o canto florestal /
O sussurrar dos ares siderais invadindo barracos /
Sinfonia dos pântanos / dos charcos /
A serial killerfonia explodindo sob a pele animal...

Oh Lord!

Que meus braços sejam arcos e o corpo o vôo mágico /
O instrumento que o vento constrói quando lhe dói
Em tempestades me traz o rio em pranto eólico /
Enquanto a moenda o figo mântrico moe...

Oh Lord!

Despeça os serviçais dos serviços brutais /
Te peço / Reunido que estou ao primevo som /
Que das origens imaginárias do primeiro cais
Não perca a brutal vida o ancestral dom.

Oh Lord!




Preto Moreno
25/10/1998
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 23/05/2006
Reeditado em 23/05/2006
Código do texto: T161316

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6777 textos (102521 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:25)