Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Par de Um

Moinho que assola
o vento,que
reduz a paisagem
ao pó nesgo,
tremeado de raios
de sol: uma pura aragem
do tempo que condiz e só
quer passagem.

Viro rotina da horas
ao pé do vale incauto;
viro empezinhos
de cravos, e lauto
me pergunto:
se você foi feita
prá ser marfim de rosas,
sem espinhos,
o que me resta senão
cantar o canto, sem qualquer perdão,
que me embrenha toda hora,
por sem trilhas, todos estes caminhos
sem nós dois?

José Kappel
Enviado por José Kappel em 24/05/2006
Código do texto: T161784
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26782 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 07:00)
José Kappel