Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homem ao mar

Apagaram-se as velas em alto mar
não há vento e o tempo soturno está.
A deriva se encontra a fragata
e o coração dos homens que nela está.

Eis os aventurados, desterrados, vêem-se atônitos
por terem apenas a fé como limite

Aos montes se laçam uns sobre os outros
na esperança de continuarem
o que sempre fazem
navegar mar adentro
rezar em segredo
suspirar profundo
desejar quase tudo
cantarolar dia e noite

Afim de aquietar a vida nos sonhos.

GN 24/05/2006
Gustavo Naufal
Enviado por Gustavo Naufal em 24/05/2006
Reeditado em 24/05/2006
Código do texto: T161840

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Gustavo Naufal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Naufal
Curitiba - Paraná - Brasil, 36 anos
71 textos (2030 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:23)
Gustavo Naufal