Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

[Vozes do Sino]

[Entardece no Arraial do Barreirão... Caminhos de Araguari - MG]

O sino rouco que me entardece
toca repicando antigas plangências
capturadas pelos meus sentidos,
memorações que para sempre ficarão.

Na montanha que azula ao longe,
a estrada de cascalho branco
que serpenteia, erma, pelas encostas,
é o caminho onde lua escreve mistérios.

A gameleira, de dia, o refrigério da sombra,
de noite, a copa cheia de assombrações.
A revoada de andorinhas na torre da igrejinha
anuncia uma liberdade além das montanhas azuis.

A ave-maria que se evola para o alto
conduz-me ao infinito e me convence
de que o céu é tão bom, tão bom
que até me dá vontade de morrer!

O campanário da igreja é a visão solitária
do viajante que para e espia, do alto da colina,
o lugarejo onde a vida — ainda bem! —
não tem possibilidade alguma de mudar.

Para quem toca o fenômeno desse sino?
Toca para aqueles bois carreiros
apenas descangados da lida,
e para o burro já liberto do arado.

Toca para onde se perdem os sentidos,
para o aberto das invernadas,
de onde, o gado manso retorna
numa melancolia de passo lento.

Toca para o cavaleiro
que esporeia o animal
na ânsia de apressar o passo
para não chegar de noite.

Toca para a corredeira do corgo
que cantarolou alegrias o dia inteiro,
mas agora, nas sombras do entardecer,
murmura-me os medos da noite.

Toca para alongar a espera ansiosa
por quem ainda não chegou da cidade...
Toca até mesmo para quem nem liga
para o choro do toque do sino.

No arraial que escapou das águas brabas,
ainda o sino tocará como antigamente,
chamando a todos para o concerto
eternamente impossível de Céus e Terra!
_________________________
[Penas do Desterro, 20 de março de 2001]
[Excerto do meu Caderno 4]
Carlos Rodolfo Stopa
Enviado por Carlos Rodolfo Stopa em 24/05/2006
Reeditado em 06/03/2012
Código do texto: T161964
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Carlos Rodolfo Stopa e o site http://recantodasletras.uol.com.br/autor.php?id=1377). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Áudio
Vozes do Sino - Carlos Rodolfo Stopa
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Rodolfo Stopa
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
958 textos (48318 leituras)
34 áudios (3345 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:10)
Carlos Rodolfo Stopa