Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ASSASSINATO DAS QUATRO LUAS

A ciência matou o dom da ilusão.
Como vou explicar amanhã,
se amanhã filhos tivermos,
que em seus pais haviam dez corações
pulsando na ponta dos dedos?...

A ciência matou a minha geração.
Como vou explicar ao amanhã,
se amanhã ainda houver,
que o amor são corações saltando bocas
descompassadas, carente de peitos.

A ciência matou a sala de espera.
Como vou explicar ao amanhã,
se no amanhã o existir sobrar,
que na felicidade do pai não há mais charutos
incômodos, nem a cara de surpresa.

A ciência assassinou as quatro luas.
Como explicarei aos amanhãs,
se sobrar brilhar no amanhã,
que o céu era uma redoma cheia de estrelas
visíveis à escuridão da ciência!...
Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 10/05/2005
Código do texto: T16208
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19517 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:18)
Djalma Filho