Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Boa Noite Maria


Quando a noite
Vem de mansinho
E revejo o dia que foi.
 
Balanços!
Hora
De balanços!
 
É possível fazê-los
Nos dias de hoje?
 
Acho que meu dia
Foi como
O dos pássaros
Após longo voô.
 
Voei.
Abri asas
E fui nas ondas
Do tempo.
Levada pela ânsia
De viver intensamente
Cada momento.
 
Mas quase não vivi.
Sinto que morri.
Parte de mim se foi,
Parte de meus dias
Se foram.
E não voltam mais.
 
Ah, quando penso
Que a vida
Se revolve em sopros
De luzes e de trevas.
 
E que cada instante
Sorvemos parte do que vive
Ao nosso redor.
 
Olho o mundo
A nossa volta
E me dói a alma
Com tanta dor.
 
Em cada canto da estrada
Um novo descobrir
De desilusões.
 
Acho que mudei
Nestes
Últimos instantes.
 
Como pode?
Já me arrependo
De tanta coisa
Que fiz.
E não me arrependo
De tanta coisa
Que fiz.
 
E talvez
Amanhã,
Nem prá contar
Não esteja mais aqui.
 
E termina o dia.
E a noite já
Avançou no tempo.
 
E para mim
Vale a reflexão:
 
Amanhã é mais um dia.
Dia de decisões.
 
E deixa para amanhã
Porque hoje
Ainda quero
Ser feliz.
 
Deixa para amanhã!

Maria,
Deixa sempre para
Amanhã!
 
E assim,
Digo a mim mesma:
 
Boa noite Maria!
Durma com anjos!
Durma feliz!
Maria
Enviado por Maria em 25/05/2006
Código do texto: T162399
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4550 textos (185923 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:46)
Maria

Site do Escritor