Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Mestre Perdedor

sou o mestre perdedor
pois de tudo perco
do pouco que
ganho,
deixo lá,
e nem me ergo,
pois sei que sou
lerdo!.

já perdi arruelas,
ruas largas,
botões de fechar,
escadas de subir,
montanhas de riso,
e no meu  absinto
cai pelas vielas,
meio trôpego,
meio trago,
e
dengoso de dor.

pois já creio
ganhar não posso,
pois se nada ganhei
nada tive,
e se nada tive,
de nada conheço.,

é simples assim:

vou voando
quase feliz,
feito pásaro baixo,
e acabo batendo
na montanha
colorida de azul,
mas feroz, acho,
pois são
guardadas com
pedras de ferir !.

e se vou,
só de vez.

e quando,
uma vez  fui,
sem vitórias,
de todo,
me perdi
entre o
amor que deixei
e o amor que ela
achou em
noutra história.

e fiquei
nessa
de lero-lero,
de quero
mas não quero !

mas agora já sei
quando tiver
na hora de perder
vou lá só pra morrer.

assim nada perco,
ou perco sim:

meu amor pela
vida, já de confins,
escondido
nas saias
dela.

ah!
tempo glorioso
dos meus afins !

José Kappel
Enviado por José Kappel em 25/05/2006
Código do texto: T162491
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26782 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:51)
José Kappel