Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Portas e Sombras

achei às portas
abertas;
frestava sol,
pinguelava
lua miúda,
destas de inverno.

de repente,
tão súbito
igual ao vento
de improviso,
me vi diante
da porta
que se abria em
espelho.

e,de lá
me perguntaram
de frente,
se não era mais
faisão,
se não mais
corria
na contra-mão,
pois,
que dor é essa
que bate e cola,
dentro da vida
da gente?

e, fui saber,
que do outro
lado,
bem do lado de lá,
me chamavam
de vem prá cá,
pois minha hora é amena,
seu tempo é de passar,
sua vida não é mais dai,
seu espítiro
já corre com a gente,
igual passarinho
de voar.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 25/05/2006
Código do texto: T162493
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26783 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:24)
José Kappel