Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Só Falta Pular

Se é longo meu
percurso
é porque tenho que
trilhá-lo.
Não me duvide.
Sou longo e avesso
e, por isso, acostumado
aos invernos.
Acostumados aos costados
do vento e da faina
areia
me me sufoca,
quando
me vou a caminho
do que, não sei,
mas lá alguém me espera.
São os milagres e as
surpresas de toda vida.
Tudo há de ser,
na hora certa
no momento errado.

Pois a vida, co sua sabedoria,
meio suspeita e agreste,
chega com coisas surpreendentes,
no momento qem que a gente está
supreendente com a magia de nossas
coisas.
Não há como discutir,
nem regar palavras
de bom senso.
A vida não entende de
sensos e sim de fatos.
Hoje aqui, amanhã
escondido ali.
Mas sempre acham.
Acham e não perdoam.
Fui criado à beira do
abismo -
qualquer um - mais que
seja o profundo bastante
prá te abater.
E se é séria a conversa,
não há tempo a perder.
Só dará tempo de um meio-grito,
que depois irá se esconder para sempre,
na história dos rochedos.
Se isso sou eu, só falta
pular.
O grito'De dor é
outra história.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 25/05/2006
Código do texto: T162501
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26782 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:11)
José Kappel