Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUEREMOS MAIS QUE O MEDIOCRE QUE TEMOS

Vamos nos agarrando
ao que já temos
deixando o que queremos
escapar
como muitos sonhos
que se escondem nas entranhas da memória
sem se revelar

Vamos nos conformando
com o possível
o palpável
o viável
o mediano
como se o medíocre
nos bastasse como se isso fosse felicidade

Vamos nos bastando
com o pouco
com o tosco
com promessa
de futuro melhor
como se isso fosse tudo
como se isso não nos sufocasse

Vamos nos calando
com o prato raso
pão com bromato
salário pouco
com os vales miséria
do governo.
agasalhos roto no inverno
migalhas
Como se isso fosse muito e nos bastasse

Vamos vivendo
como se morrêssemos
a cada dia
e não víssemos as ruas indo
pro mesmo lugar
as praças circulares
as cidades poluídas
as viagens adiadas
e seguimos no passo certo
obedientes ao tic-tac do ponto
na lotação. Sufoco
Como se isso fosse um bom pagamento

Continuamos querendo
mais ócio. Educação
pão do bom e cultura
um país decente
que nos devolva
o sonho
e o direito de mudar
eu você nós todos merecemos mais
Queremos mais que o medíocre que temos


Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 25/05/2006
Reeditado em 25/05/2006
Código do texto: T162619

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32933 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:42)