Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FELONIA.

Onde está o amor que assim dizem

Buscar e possuir ou tê-lo como guia

Se sem o ouro dizem que padecem

E juras eternas findam-se dia-a-dia.


Se há ouro há amor e são parceiras

Dos abraços, dos beijos ou gemidos

Acalentando corações e traiçoeiras

Nos atiçam sussurrantes os sentidos.


O juramento esquecido justifica-se

Num abandono ardiloso da felonia

Em busca de mais ouro ludibria-se

Novo alguém solitário e em agonia.


E pela vida vão algumas falsamente

Acalentando corações e são felizes

Extorquindo a nova vítima inocente

E invejando até doutas meretrizes...

Fim.
Lucas Durand
Enviado por Lucas Durand em 25/05/2006
Reeditado em 26/08/2007
Código do texto: T162691

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucas Durand
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
491 textos (377226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:00)
Lucas Durand