Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pagando um pau.

Nem parece nome de poema homi
Tenha mais respeito pela escrita
Ta parecendo letra de rap
Falta só a batida
Não importa qual seja a rima
Nem mesmo o grau do volume que for gritada
Não chega aos pés
Nem mesmo ao longe da sensação datada
Foi no dia ....deixa pra lá
A data foi só para rimar
Confesso sem mais delongas
Qual foi
O que passou a me atormentar
Foram flocos
Granulados encantado
Na sua pele
Um fator de privilegio
Perante a tara que me fere
Paixonite
Roubei a palavra da foto
Aguda
Minha artimanha de poetar
Uma cantada com astúcia
Sem perder tempo
Nossa vida é curta.
Marco Cardoso
Enviado por Marco Cardoso em 25/05/2006
Código do texto: T162775
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Cardoso
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
1601 textos (34633 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:57)
Marco Cardoso